RSS Feed

Comer com os olhos

Comer com os olhos

Quem me conhece sabe que as duas grandes paixões da vida são a gastronomia e a fotografia. Sempre tento juntar as duas coisas, mas já aprendi que sou melhor cozinheira do que fotógrafa.

Nessas andanças virtuais ao procurar críticas de restaurantes achei o Gastronomia e Fotografia, um blog com fotos maravilhosas e diquinhas valiosas do cenário alimentício de São Paulo. Nas reviews estavam vários restaurantes e bares que eu amo/frequento e alguns que já comentei por aqui.

Fica a dica pra quem come com os olhos e já fica morrendo de vontade de experimentar novos lugares só de ver fotos.

Advertisements

Dicas em listas

O meu mais novo xodó em blogs para pegar dicas sobre tudo e gastar tempo ocioso é o All Women Stalk.

Divido em mais de 20 categorias que vão de unha até artesanato (DIY) elas falam de um tudo um pouco sempre em listas.

Segue algumas das minhas preferidas:

7 esmaltes únicos e essenciais

7 super dicas para comprar sapatos que realmente servem

8 coisas que você não pode desistir quando crescer (a mais mais mais preferida e fofa!!)

Amei o blog e sempre que precisar de conselhos pra qualquer coisa certeza que irei consultá-lo!

O bar Bar.

Ontem fui ao novíssimo bar da Rua Joaquim Antunes. Uma casa comprida de dois andares com ambientes bem distintos. O primeiro andar é um bar super elegante com mesinhas e sofas para tomar drinks, petiscar e conversar sem precisar falar muito alto. Já o segundo é um misto de bar-balada com 2 ambientes, o primeiro um bar com balcão para tomar chupitos, o segundo um salão com música alta que pode ter tanto banda como dj. A atração de ontem era uma banda de jazz com show que começou por volta das 22h30.

A dica é chegar umas 21h e ficar no andar de baixo até o show começar, mas se quiser sentar no andar de cima é bom reservar uma mesinha assim que chegar.

Os petiscos são deliciosos. 5 estrelas para o sanduíche de ragú de porco e para o pan tomaca.

Imagem

Imagem

O cardápio de drinks foi criado pelo Marcio Silva, mixólogo também do Subastor, e tem delícias como o Mockinbird (foto a seguir) e o mojito de lichia. Mas a grande sensação da casa são os chupitos servidos em copos de vidro em formato de caveira (!!!) no segundo andar (e nem adianta pedir pra levar um pra casa porque eles não deixam de jeito nenhum).

Imagem

O público é de pessoas bonitas e bem relacionadas dispostas a desembolsar muitas estalecas em uma noitada. Mas vou dizer que vale super a pena.

Cebiche ou Ceviche?

A receita original como um método de conservação de peixes e frutos do mar. É quase tão antiga quanto a história de seu país de origem, o Peru. Mas até hoje não há uma concordância sobre a grafia de seu nome. Alguns escrevem cebiche, outros ceviche (a forma mais popular) e até seviche já foi lido.

O que interessa é que esse prato, um marinado de frutas cítricas (tradicionalmente limão ou laranja azeda), está virando um sucesso na culinária paulistana e até já surgiu algumas cevicherias, seguindo essa mania de rias (pizzaria, bruscheteria, temakeria, e tantas outra). Esse final de semana fui no Suri Ceviche Bar.

Um restaurante pequeno e aconchegante na Rua Mateus Grou com um cardápio enxuto e preços dignos. Tem um balcão que dá pra sentar e acompanhar o preparo dos ceviches e saladas
IMG_2276
Não consegui sentar no balcão, pq estava com a family, mas consegui ver bastante coisa.

O couvert é um (super) saboroso chips de banana da terra com guacamole e molhinho picante (mas um picante bem suave).
IMG_2272

O dia está quente e abafado; para uma refeição leve e refrescante escolhi um ceviche de camarão, polvo e salmão com emulsão de abacate (avocado) e chips de banana da terra. Estava magnífico! Azedinho e apimentado no ponto!
IMG_2292

Minha mãe resolveu pedir o Misto Clássico (mesma base que o meu, mas com batata doce, milho e cebola roxa)
IMG_2290

O Pedro e meu pai não se animaram muito com os ceviches e foram de Parillada (um assado de frutos do mar com vegetais e batata sauté para 2 pessoas). IMG_2294

Outro forte da casa são os drinks. Pedimos Pisco Sour (o maiiisss tradicional do Peru), Pisco Flowers (com purê de flores) e Pisco de la Passion (com maracujá). IMG_2284

IMG_2282

IMG_2286

Uma boa experiência que quero repetir e descobrir novas cevicherias por ai

Infográfico delícia

Sabe quando você vê uma idéia e morre de raiva de não ter sido a autora? Aconteceu comigo hoje. Nessas andanças virtuais achei um blog bem criativo, o Mixidão. Ele ensina receitas de quitutes através de infográficos coloridos e criativos. Ai vão alguns exemplos dos meus favoritos:

infografico_receita-ilustrada_bicho-de-pe

infografico_receita-ilustrada_bolinho_de_chuva

infografico_receita-ilustrada_cajuzinho

Ainda não testei as receitas, mas as qtdes estão certas e os passos também!

Luxo + fast fashion

A atriz Helen Hunt (indicada para o prêmio de melhor atriz coadjuvante com As Sessões), segundo o portal UOL, foi na cerimônia de ontem usando um vestido da marca de fast fashion H&M. Diferente das outras convidadas que vestiram modelos de grandes estilistas como Dior, Valentino e Prada, a loira arrasou com um longo azul de calda que custou por volta de R$150,00 (U$80,00).
409175-802x495
Mas prestem atenção nos detalhes dos acessórios
409176
As jóias são verdadeiras e avaliadas em torno de R$1,3mi (U$700 mil) da marca Martin Katz.

Apesar de causar espanto e ser destaque em uma festa como o Oscar, misturar peças de luxo com fast fashion não é tão incomum assim. Aliás, é uma super tendência. A designer e modelo Inez de la Fressange, no livro A Parisiense (que em breve ganha uma review por aqui), em que dá dicas de moda defende o conceito esse conceito; segundo ela há poucas coisas mais chiques e elegantes que a mulher que consegue, com harmonia, combinar uma peça barata com uma de luxo. A dica é focar em um acessório ou roupa.

Pausa

Hoje a aba do WordPress está aberta desde de manhã. O texto não saia. Pesquisei novas pautas e tendências, mas um único assunto me vinha. Amanheci fugindo dele, não li os jornais, não liguei a televisão, porém ele permanecia ali bem na minha frente (ou melhor, dentro de mim).

Santa Maria. Não sei se vocês se lembram, mas eu estava lá semana passada. Passei em frente dessa boate e meus amigos disseram “a gente sempre vem aqui”. Ontem no café da manhã meu pai mandou eu ligar imediatamente para meus amigos de lá e me leu a notícia.

Foram momentos de tensão: ninguém online, nenhuma ligação completava, o 3G não funcionava para ver se tinha alguma notícia. Depois de quase 1 hora em que eu até vi preço de passagem para voltar pra lá, consegui ter notícias: todos bem (fisicamente). Mais tarde falei com outra amiga que estava no ginásio municipal ajudando. Sua voz era triste, de choro.

Durante todo o dia pensei no assunto. Que coisa mais imbecil. Tantas vidas perdidas, tantas famílias destroçadas. Nada justifica. Rezo por elas, pelos amigos que estão lá, por todos. Entretanto acredito que momentos assim podem fazer a gente repensar em vários aspectos.

Quem aqui já chegou na balada e viu/perguntou onde eram as saídas de emergência ou verificou se tinha extintores? Que atire a primeira pedra.

Pior: quem, ao lugar um espaço para festas, verificou o alvará de funcionamento do lugar e todas as condições citadas acima? Que atire a primeira pedra.

Digo por mim: frequento várias baladas, bares e restaurantes e nunca pensei muito no assunto. Até nos lugares que já fui mais de uma vez não sei onde é a saída de emergência e não lembro de ter visto extintores. E, quando cuidava dos eventos da atlética da faculdade, ao alugar um espaço nunca pensei no assunto e pensando em alguns lugares, percebo que eram verdadeiros muquifos. Agora vejo como nos colocamos (e aqueles que gostamos) em perigo.

Será que não tá na hora da gente começar a, pelo menos prestar atenção nisso quando chegamos em um lugar? Ou até cobrar das autoridades que façam uma vistoria maior e efetiva? 

Ainda não sei direito como cobrar ou verificar se um lugar tem alvará e tudo necessário. Mas  lembrem-se que toda grande mudança foi feita através de movimentos civis. 

Fico aqui com a minha indignação, minhas orações para as famílias, e todo meu apoio para os amigos.